ArqStudio
Escritório
(Office)
Arquiteto Joel Campolina
( Joel Campolina Architect)
PORTFÓLIO
(PORTFOLIO)
Publicações
(Publications)
Notícias
(News)
Contato
(Contact)


Novo Museu Egípicio do Cairo

UIA / proposta selecionada pelo juri, publicada nos anais oficiais do concurso.

jury`s selected distinctive proposal published on the contest`s official proceedings

http://www.vitruvius.com.br/revistas/read/projetos/03.030/2221 



A- A+


 

(com Arquiteto Angelo DeCastro / Portugal)

LÓGICA DA IMPLANTAÇÃO NO TERRENO:
São 3 em 1 EDIFICAÇÃO SIAMESA: o bloco principal que contém o grande espaço expositivo, o bloco Centro de Convenções e o bloco Edifício Garage. Assim como a tríade das 3 pirâmides ancestrais no Vale dos Faraós adjacente, o novo complexo proposto configura uma tríade contemporânea no platô superior do terreno . O objetivo foi valorizar o eixo visual em direção ao vale do Faraós . As 3 Pirâmides poderão ser vistas por todos os visitantes do Museu, através do grande plano envidraçado da face SE oposta ao Atrium principal e das áreas das exposições permanentes .
Conforme solicitado no programa, foram definidos 4 parques: O Nile Park foi concebido como a primeira zona-filtro ao longo da Alexandria Desert Road. O Dunal Park ocupa a zona intermediária, abrangendo cerca de 70% da superfície total do terreno. Finalmente, o Parque Temático e o Parque Interativo se fundem numa zona adjacente `a edificação siamesa proposta.
LÓGICA ESTRUTURAL E CONSTRUTIVA:
No Bloco principal, consideramos uma seqüência de painéis pré-moldados em concreto-armado apoiados em malha dominante de vigas metálicas e pilares em concreto-armado, espaçados regularmente numa rede de 12,0m x 12,0 m. Quando necessário, as dimensões dessa malha modular varia para adaptar-se a volumetria final resultante. Nos demais blocos, o mesmo critério, porém com ajustes às especificidades de cada um.
LÓGICA DAS CONEXÕES FUNCIONAIS HIPERTEXTUAIS E FLEXIBILIDADE NO BLOCO PRINCIPAL:
São várias opções para o arranjo interno das plataformas-suportes distribuídas horizontal e verticalmente ao longo da altura do bloco principal, equivalente a 5 pavimentos . Aos visitantes é assegurada total abrangência visual por todos os setores das exposições permanentes, circulando internamente através de eixos horizontais e verticais de deslocamento. Um único controle de acesso, garante a segurança necessária.
LOGICA DA TRIADE DO ZONEAMENTO FUNCIONAL:
O total das áreas demandadas para os setores de exposições permanentes e transitórias foram distribuídas HORIZONTALMENTE de acordo com uma ordem cronológica : do Egito Antigo 3199BC até a última dinastia 715 DC e VERTICALMENTE, sobrepondo os 5 temas definidos pelo programa funcional. Estão previstos ainda setores para portadores de necessidades especiais e crianças num total de 7 pavimentos acima do nível de entrada e um nível em sub-solo.O Bloco do centro de convenções científicas (auditórios, biblioteca, salas de reuniões, administração etc.) e o bloco do edifício garagem caracterizam volumes semi-independentes .


( With Architect Angelo DeCastro / Portugal )

THE LOCATION OF THE GEM MAIN BUILDING COMPLEX
The GEM main building complex is located in a top spot of the site. The target is to explore a visual axis to the pyramids site, in the Faros valley nearby. The pyramids could be seen through the glass wall of the SE façade by all visitors inside the public atrium of the museum. Car drivers along Alexandria Desert Road will see, as well, the GEM building prismatic silhouette pointed out to the pyramids spot.
The GEM building complex is conceived as a three-folded volumetric architectural environment. There is a multileveled prismatic envelop, 34 meters height by 300 meters long and variable width between 30 and 50 meters.
THE STRUCTURAL AND CONSTRUCTION LOGIC
The structural and construction logic is achieved considering a dominant reinforced concrete set of pillars spaced in a basic regular grid 12,00x12, 00 meters with precasted slab panels infill.
When needed, the regular dimensional grid changes dimensions to fit the volumetric shape variations.
FLEXIBILITY AND HYPERTEXTUAL CONECTIONS
There are multiple options to interconnect every one of the five expositions levels for the permanent exhibitions themes.
To make a secure and controlled direct public accessibility to the exhibitions areas, there is only one controlled entrance per level. A broad visual sight to all expositions levels is assured to the inner visitors.
THE FUNCTIONAL PROGRAMME CONSOLIDATION
The total amount of areas demanded for the permanent and transitory exhibitions are horizontally distributed accordingly to a chronological criteria (from the ancient Egypt year 3100B.C. till the Romanic empire year 800A.C.) and vertically overlapped accordingly to the five themes plus the transitory / special handicapped people demands. There is a total of 6 stories up the entrance level and one story bellow. The scientific center and the car parking spaces are solved as semi-independent volumetric and operational sectors. The Nile Park was thought as a preliminary filter zone, along the Alexandria Desert Road border.
The Dunal Park area as an intermediate zone, covering 70% of the total site.
Finally the theme and equipped parks are merged in a zone adjacent to the main building.

< voltar / back


arqSTUDIO.br Arquitetos. Joel Campolina Associados Ltda
Telefax(+55 31)3335–1433
Rua São Paulo m 1966/ 7° andar - Lourdes - Cep 30170-132 - Belo Horizonte/MG